Môsagrado, qué vêsh o manezinho irritado, falando másh dijero que o normal? Tem coisa que o vivente fica tão puduscórnu que só dando com o rufo da tarrafa pra ver se acalma, né ô? A gente fez uma lista das coisas que tiram o mané da Ilha do sério. Tu tásh de acordo?

 

:: Ixpia a nossa loja virtual com produtos manezinhos

:: Perdesse uma postagem? Aqui tem todas do Blog!

:: Já curtisse a Soulvenir no Facebook e no Instagram ?

 

1. Falar mal de Flonópsh

Tu já visse o mundaréu de gaúncho, de paulista e coisarada que tá se mudando para cá? O mundo é assim, tem até uns quiridus que vem dos states, talicôza.

Agora, o que não dá pra tolerar é nativo mala e cara que decide vir pra cá ficar descendo a lenha de graça na nossa cidade. É que nem falar mal da mãe: aí apelasse não tem?

Dixpara!

Tem problema? Um mundaréu, másh se tu mas se não ajuda não atrapalha, ixtepô!. Só reclama? A saída é bem facinha môquiridu

A dica é essa: Colombo Salles é aquela que tu sais da ilha. Fim de tarde, vai degavarinho másh vai!



2. Dizer que Florianópolis não tem cultura 

Ah, para né ô? Se a gente citasse o Boi de Mamão, as rendas de bilro, a pesca de arrasto, as casinhas de Ribeirão e até o manezês já arrombava esses relos que dizem isso. Másh a gente ainda tem um mundaréu de bandas, de grupos de teatro, atores, tem tradiçõnsh como a corrida de São Silvelho que tu só encontras aqui.



3. Reclamar do Dazaranha 

Quiridu, reclama dos Beatles aqui mas jamásh, jamásh fala mal ta banda do Moriel, do Chico, Adauto, Fernando, Gerry, João e coisarada. Como é que tu vásh reclamar de Vagabundo Confesso e Salão de festa a vapor? Rapázi, o Daza, além da raça que vai nos shows, já ganhou até prêmio nacional. Isso é patrimônio manezinho!

 

4. Pagar preço de turista o ano todo 

Passa a temporada e os excomungados que aumentam os preços para ganhar o ano inteiro no verão, por preguiça,olho gordo ou tudo junto, não tem pena nos manezinhos e mantém os preços lá no alto. Resultado? Manezinho paga "preço de turista" durante todo o ano. Seus olhudos! Aí depois vem reclamar que as lojas e os restaurantes ficam as moscas no inverno. - Os locais só comem pirão em casa! Também né ô, aí não me agradas.

 

5. Argentino mazanza no trânsito 

Quiridu, os hermano trazem plata, talicôza, agora, vô te dizê-te pra ti: como tem alguns que fazem lambança no trânsito né ô? Largam os carros no meio da rua, trancam estacionamento e alguns até esquecem a mulher em posto de gasolina. Não são todos, mas ô, tem cada um que medêshducéli, né?

 

6. Virar o tempo de revesgueio no dia que saísse sem guarda-chuva nem casaco 

Saísse de manhã, tava altos sóli, aí deu 5 da tarde, um vento, um vento, um vento no Ticen e aquela chuva que te ensopa até as cuecas. Primeira coisa que tu fásh é xingar o Puchalski - como se a culpa fosse dele. olhó-olhó!

 

7. Ouvir gente de outras partes do Brasil dizendo que no sul é tudo gaúcho 

Ah para né, ô? Dissetôlu. O estimado lá de cima não tem obrigação de saber, mas não precisa escangalhar. Aqui é manezinho, barriga-verde, de Flonópsh, catarinense, mas ô, sh, ei, dá um neiovoso né?