Nossa Ilha da Magia é cheia de histórias, de encantos, mas tem coisas que vou te dizer-te pra ti: o cara não se acredita no que tá vendo.

Além de bruxas, de feiticeiras, tu já visses que tem coisas na geografia e nas rochas de Florianópolis que são, com toda certeza do mundo, criaturas petrificadas? Tu já visses o Dragão adormecido da Praia Mole? e a Pedra do Cachorro, no Costão dos Ingleses?

:: Ixpia a nossa loja virtual com produtos manezinhos

:: Perdesse uma postagem? Aqui tem todas do Blog!

:: Já curtisse a Soulvenir no Facebook e no Instagram ?

 

Arte: Gabriel Ghenther (Grupo NC)

Dragão da Praia Mole

Na Praia Mole, se tu olhas pra direita, dá pra ter uma ideia. Mas o melhor jeito de ver o Dragão adormecido é a partir da Trilha da Galheta, ou ainda mais acima, da Trilha da Boa Vista, que começa lá na Barra da Lagoa.

Nessa arte cedida pelos estimados da Hora de Santa Catarina, dá pra ver bem certinho a fuça do dragão, o pedaço dos olhos e como o bicho que cospe fogo parece que tomou nescau morninho de tão tranquilo.

 

Foto: Rodrigo Stüpp / Arquivo Pessoal

Índio entre Mole e Galheta

Do outro lado (à esquerda, bem nas rochas que separam a Mole da Galheta, tem outra lenda: tu já reparasses no índio deitado?. Dá pra ver as penas na cabeça, um pedacinho da tanga e até os pés. Tem uns malinos que dizem até que o índio tá excitado. Zagerados!

A origem dessas lendas? Quiridu, nem o Gelci Coelho, o Peninha, sabe direito. O próprio Franklin Cascaes, maior Folclorista e pesquisador da cultura mané da história, via coisa em cada canto.

Foto: Diego R. Valim / Arquivo Pessoal

Pedra do Cachorro

Essa é menos conhecida. E o estimado só vê o papa-ovo (cachorro sem raça) saindo dos Ingleses, subindo pelas pedras e caminhando em direção à Praia Brava. Pra chegar na Pedra do Cachorro, são uns 25 minutos caminhando e tem que ficar ligado porque né, quiridu, é costão. Tu consegues ver o focinho, as orelhas, as patas da frente e de trás? Dimásh, nê ô? A gente bem que poderia chamar de Pedra da Bucica

 

 

Foto: Diego R. Valim / Arquivo Pessoal

E tem as Bruxas de Itaguaçu

As mais famosas criaturas de Flonópsh são as Bruxas de Itaguaçu. Ali, segundo uma lenda contada pelo Peninha, o braço direito de Franklin Cascaes, as bruxas resolveram fazer uma festa mas não convidaram o diabo. Furioso, o tinhoso petrificou todas as criaturas que estavam ali.

Tu não te acreditas? então olha só as bruxas de chapeú ali. Ou tu acha que algum manezinho ou qualquer outro ser iria fazer um esforço desses só pra colocar a pedra pequena em cima da grande?